Pular para o conteúdo

Ela pega e me pisca, belisca, petisca, me arrisca e me enrosca

25 de novembro de 2009

A maravilhosa música de Chico, “Jorge Maravilha”, foi composta sob o pseudônimo de Julinho da Adelaide para burlar a censura da época da ditadura. Com um rítmo dançante e letra provocante, seu intuito passa desapercebido aos desinformados.
Parece apenas uma rincha comum entre sogro e genro, mas se analisar os fatos da época irá descobrir que a música pode ser dedicada a Ernesto Geisel, o quarto presidente do regime militar instaurado ple golpe de 64.
O fato de não gostar do Chico é evidente, mas a verdade é que a filha do ditador não perdia um disco do compositor.
Outra música igualmente dúbia, mas não tão bailante quanto, é “Cálice”.

Chico Buarque não é só para “velhos”, embora eu já tenha sido julgado ao ouvi-lo por alguém mais jovem que eu.

Anúncios
2 Comentários leave one →
  1. spike permalink
    28 de novembro de 2009 1:28

    Adoro Chico Buarque!!! Parabéns pelo blog…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: