Pular para o conteúdo

Canto de Ossanha

17 de fevereiro de 2010
tags:
by


A música que marcou o carnaval foi Canto de Ossanha. Além de termos só um CD no carro, ouvimos um “repeat” interminavel e frenético dessa música. Vai entender..?

Linda melodia, linda letra e Maravilhosa referência ao Orixá detentor da sabedoria das folha sagradas, ervas medicinais e litúrgicas.

Ossanha é o Orixá que sabe das ervas e seus poderes de cura. Entretanto também é conhecido pelo lado místico que envolve feitiçaria. Feitiçaria capaz de driblar até as idiossincrasias do amor.

Veja que a música alerta: “Se é canto de Ossanha, não vá. Que muito vai se arrepender”. Acontece que o amor foi feito para ser assim mesmo, peculiar. Um “feitiço” não trará um verdadeiro amor, pois lhe faltará a dor e o amor só é bom se doer.

Essa música eterna composta por Baden Powell e Vinicius de Moraes (provavelmente num momento de porre homérico) traz um pouco da cultura do Candomblé (assim como as outras do mesmo álbum: Os Afro-sambas), além de falar do amor na forma de um paradoxo com um tema diferente do convencional.

Vale a pena conhecer nossa música, nossa cultura, nossas crenças. Desculpe a liberdade de expressão, mas tira da Jovem Pan e coloca na Nova Brasil. Pode até tocar Jota Quest às vezes (que é popular, é brasileiro, mas não é bem o que chamo de música), mas é uma rádio muito boa!

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: