Pular para o conteúdo

Velha

14 de março de 2010
tags: ,
by

Uma velha vem, e se acomoda ao meu lado no banco. Vira-se pra mim e dispara um sorriso bondoso. Desvio meu olhar, já a espera do que estava por vir. Ela começa a falar sobre o ultimo exame ginecológico que fez, o resultado que recebeu e os termos escusos escritos nele. O sol quente que bate na minha nuca, somado a reza que começa na sala ao lado, ajudam a desviar a atenção de sua fala mansa, contínua, no tom baixo de quem faz confidências a um padre.

Seu bigode me chama a atenção. Pelos curtos e duros saem de sua pele flácida apontando em minha direção. A velha menciona alguma coisa sobre o alcoolismo de seu marido. Fico imaginando se ele não bebia para esquecer aquele bigode. Seus olhos opacos são recobertos por pequenas manchas de película branca, talvez um sinal de um futuro problema de catarata. Dão a impressão de apenar enxergar, mas não de ver.

Fico imaginando se a velha é feliz. Ou se ela pensa sobre felicidade. Ou se para ela, ser feliz, nesse momento de sua vida, significa simplesmente discutir seu prontuário médico com qualquer estranho que lhe dê atenção.

Chamam meu nome, e me despeço da velha, pois minha vez chegou. Saio sem saber as respostas para minhas perguntas. Não vejo problema, no final quem vai respondê-las sou eu mesma.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: